Desgastes nos dentes, raiz exposta, restaurações que quebram com frequência, dentes permanentes moles, retrações na gengiva e até dores na...

Bruxismo pode desencadear problemas até na coluna cervical




Desgastes nos dentes, raiz exposta, restaurações que quebram com frequência, dentes permanentes moles, retrações na gengiva e até dores na cervical podem ser sinais de que você tem bruxismo. A patologia é uma disfunção da articulação temporomandibular (ATM) que acomete as pessoas, na grande maioria das vezes, durante a noite.

“Além de dores na face, na cabeça, o bruxismo pode causar a destruição total do dente”, destacou o cirurgião dentista da Ortoben e membro da Associação Gaúcha do Sono Bernardo Godolphin. O especialista também explica que o bruxismo pode ser desencadeado por diversos motivos, desde problemas genéticos, quando toda família apresenta bruxismo, estresse, problema de arcada dentária (geralmente, apresentada por crianças quando estão trocando os dentes).

O bruxismo é uma patologia do sono, ainda que as pessoas possam fazer os movimentos característicos de ranger os dentes (bruxismo excêntrico) ou de apertar os dentes (bruxismo cêntrico) durante o dia. Ainda que seja uma ação involuntária, o segundo é mais fácil de ser controlado, ao menos durante o dia, quando a pessoa consegue perceber que está apertando os dentes por causa da dor.

Segundo o cirurgião dentista e especialista em ortopedia funcional dos maxilares Roberto Backx Martins, se a pessoa fizesse bruxismo a noite inteira, acordaria, praticamente, sem os dentes, pois eles seriam totalmente cerrados devido a força da mordida. “Diversos pacientes dizem que outras pessoas observaram durante um bom período o seu sono e não viram nenhum movimento característico do bruxismo. Mas isso acontece porque ninguém faz bruxismo durante todo o período em que dorme. Apenas alguns momentos são o suficiente para desgastar o dente e provocar dores”, finalizou.

Principais fatores que desencadeiam o bruxismo

Estresse, interferências oclusais (caracterizada por uma mordida cruzada ou por um dente que ficou alto depois de uma obturação, por exemplo), respiração bucal, que resseca a mucosa oral e faz com que a boca faça os movimentos de ranger para estimular as glândulas salivarias, alterações psicológicas e a genética pode desencadear a patologia.

Dores na coluna por causa do bruxismo

O bruxismo, decorrente da respiração bucal, pode provocar, até mesmo, problemas na coluna. As dores na cervical, relacionados ao posicionamento da língua: ponta da língua na papila incisiva (atrás dos dentes superiores da frente) e o dorso da língua no céu da boca. Quando a pessoa respira pela boca precisa, necessariamente, baixar a língua e no momento em que ela está baixa, para que seja possível a respiração, a cabeça precisa ser projetada para frente o que altera a posição da coluna cervical. Esse movimento da cabeça provoca dores na cintura escapular, coluna dorsal, na lombar e inversão de curva cervical.

Tratamento

O tratamento mais comum para o controle do bruxismo é feito através da ortopedia funcional dos maxilares, que trabalha através de estímulos neurais. Para isso, é necessário o uso de aparelhos que reposicionam a língua, os maxilares e isso faz com que a boca retome sua “postura” e função fisiológica. O aparelho também tem a função de levar os músculos da face a um estado de relaxamento lenta e gradualmente e precisa ser usado 24h por dia.

Outra forma de prevenir os efeitos nocivos do bruxismo é com o auxílio de uma placa interoclusal, de resina acrílica, capaz de proteger o atrito entre os dentes durante as crises noturnas. Ela também ajuda a distribuir a força do músculo igualmente para todos os dentes e não faz com que o ranger prejudique um ou outro dente que esteja mal posicionado.

Associado a esses dois tratamentos, um acompanhamento psicológico, para descobrir a causa de possíveis estresses, problemas psicológicos, tensões emocionais e etc ajuda no controle do problema.
Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter



Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Indicação de Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Poste um Comentário

0 comentários:

Faça Fisioterapia