A má postura no trabalho e na hora de dormir, o ranger e apertar dos dentes, os maus hábitos alimentares, a desidratação e o estresse emoci...

Dor de cabeça e cervical associada a dor miofascial



A má postura no trabalho e na hora de dormir, o ranger e apertar dos dentes, os maus hábitos alimentares, a desidratação e o estresse emocional podem causar um tipo de dor pouco difundida entre os profissionais de saúde e a população: a dor miofascial, inclusive na região da cabeça e pescoço. Muitas vezes confundida com dor dentária, otite, sinusite, cefaleia tensional ou enxaqueca. Devemos sempre ficarmos atentos que a popular dor de cabeça (cefaleia) é um sintoma clínico. Podendo ser classificada como primária ou secundária, com características e intensidades distintas.No entanto, o médico especialista em dor deve saber que qualquer dor (da cabeça ao pescoço) pode ser um sintoma da síndrome dolorosa miofascial  dos músculos do crânio (inclusive mastigatórios), cervicais e da cintura escapular.

Complicações da síndrome dolorosa da cabeça e região cervical 

Ressalta-se que a persistência da dor por tempo prolongado na região da cabeça e cervical pode levar à sensibilização das fibras nervosas e dos segmentos espinhais, com redução da tolerância à dor na área  acometida (pele, articulação, ligamentos, pontos miofasciais, alterações viscerais e simpáticas).


DERMÁTOMOS 



A dor miofascial também pode ser secundária a casos de radiculopatias, neuralgias, enxaqueca, outros tipos de cefaleias primárias e secundárias, artrites/artroses, vícios posturais, lesões esportivas, dor  relacionada a cirurgias, fibromialgia, dor central, entre outras. 

Deste modo, no quadro de cefaleia (tanto primária quanto secundária) e de cervicalgia crônica é  comum a presença de bandas musculares "contraturadas" (bandas tensas) que produzem dor referida em áreas distantes ou próximas, originadas em um único músculo ou em vários músculos. Os mais comuns são:

Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 1 




Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 


A dor miofascial também pode ser secundária a casos de radiculopatias, neuralgias, enxaqueca, outros tipos de cefaleias primárias e secundárias, artrites/artroses, vícios posturais, lesões esportivas, dor  relacionada a cirurgias, fibromialgia, dor central, entre outras.
Deste modo, no quadro de cefaleia (tanto primária quanto secundária) e de cervicalgia crônica é  comum a presença de bandas musculares "contraturadas" (bandas tensas) que produzem dor referida em áreas distantes ou próximas, originadas em um único músculo ou em vários músculos. Os mais comuns são:


Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 1 




Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 
A dor miofascial também pode ser secundária a casos de radiculopatias, neuralgias, enxaqueca, outros tipos de cefaleias primárias e secundárias, artrites/artroses, vícios posturais, lesões esportivas, dor  relacionada a cirurgias, fibromialgia, dor central, entre outras. 
Deste modo, no quadro de cefaleia (tanto primária quanto secundária) e de cervicalgia crônica é  comum a presença de bandas musculares "contraturadas" (bandas tensas) que produzem dor referida em áreas distantes ou próximas, originadas em um único músculo ou em vários músculos. Os mais comuns são:
Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 1 


Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 


Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 

Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 

Músculo Esternocleidomastoideo - porção esternal  

Músculo Esternocleidomastoideo - porção clavicular

Esplênios da Cabeça e Cervical 



Multifidus e Semiespinhais da cabeça e cervicais


Suboccipitais 




Occipitofrontal 


Levantador da escápula 



Escalenos 

- Sensibilização segmentar espinhal 

- Síndrome dolorosa miofascial 

0 comentários:

Você acorda com dor de cabeça, na mandíbula e nos dentes? Pode ser que você tenha o hábito de ra...

Ranger os dentes pode levar a dor facial

http://clinstateraodontologia.files.wordpress.com/2012/11/placas.jpg

Você acorda com dor de cabeça, na mandíbula e nos dentes? Pode ser que você tenha o hábito de ranger seu dente à noite, também conhecido como bruxismo. Muitos dentistas acreditam que esse hábito é causado por stress e ansiedade, mas também pode ser causado por desalinhamento dos dentes.

O que é bruxismo?

Bruxismo é uma condição que ocorre quando uma pessoa range os dentes. Pode acontecer durante o dia, mas geralmente ocorre subconscientemente à noite quando se está dormindo. Infelizmente esse hábito pode desgastar, fraturar ou até lascar os dentes, deixando-os sensíveis. Algumas pessoas acordam com dor na cabeça e na mandíbula devido à pressão dos músculos da mandíbula ao ranger os dentes. É a tensão, a ansiedade ou frustração que causa esse hábito? Pode ser que seus dentes não estejam alinhados corretamente, um mal também conhecido como má oclusão. Bruxismo pode causar DAT - Disfunção da Articulação Temporomandibular, um problema que ocorre com os músculos de mastigação da mandíbula. Qualquer que seja a causa, é melhor consultar um profissional para procurar medidas corretivas.

Maneiras de combater esse problema

Muitos dentistas prescrevem placas de mordida noturnas como uma medida para impedir o bruxismo. Uma placa de acrílico rígida e transparente é usada nos dentes, superiores ou inferiores, para impedir o ranger inconsciente dos dentes. Fazer esta proteção é fácil. Seu dentista vai fazer um molde dos dentes e então o laboratório odontológico pode criar sua própria placa noturna customizada. Existem as placas plásticas das lojas que são menos caras, mas às vezes não se encaixam bem e podem ser desconfortáveis. Consulte seu dentista para determinar se você tem um problema com bruxismo e opções de tratamento.

Uma vez que o stress é um dos muitos fatores envolvidos no problema, técnicas de relaxamento podem ajudar. Tente aquietar seu cérebro antes de ir para a cama. Tome um banho quente e relaxante, beba um copo de chá de ervas calmante antes de dormir, como camomila, e evite qualquer produto com cafeína.

As crianças podem ter hábito de ranger os dentes?

Ranger de dentes em crianças não é incomum. O ranger de dentes pode ocorrer em crianças experimentando stress ou problemas na escola, além de má oclusão de dentes. Se seu filho está rangendo os dentes durante o sono ou de dia, é melhor levá-lo para uma avaliação. Lembre-se que os danos aos dentes de leite podem ser arrumados, mas é melhor corrigir esses problemas antes da dentição permanente aparecer. Além disso, se seu filho reclamar de dor de ouvido sem evidência de infecção, o bruxismo pode ser a causa.

Para crianças menores, ofereça algum relaxamento antes de dormir para ajudar a acalmá-las. Considere um banho quente, uma massagem suave, leite morno ou uma história relaxante. Crianças mais velhas também podem usar placas noturnas recomendadas por seu dentista.

0 comentários:

Faça Fisioterapia