Dor de cabeça e cervical associada a dor miofascial


>





A má postura no trabalho e na hora de dormir, o ranger e apertar dos dentes, os maus hábitos alimentares, a desidratação e o estresse emocional podem causar um tipo de dor pouco difundida entre os profissionais de saúde e a população: a dor miofascial, inclusive na região da cabeça e pescoço. Muitas vezes confundida com dor dentária, otite, sinusite, cefaleia tensional ou enxaqueca. Devemos sempre ficarmos atentos que a popular dor de cabeça (cefaleia) é um sintoma clínico. Podendo ser classificada como primária ou secundária, com características e intensidades distintas.No entanto, o médico especialista em dor deve saber que qualquer dor (da cabeça ao pescoço) pode ser um sintoma da síndrome dolorosa miofascial  dos músculos do crânio (inclusive mastigatórios), cervicais e da cintura escapular.

Complicações da síndrome dolorosa da cabeça e região cervical 

Ressalta-se que a persistência da dor por tempo prolongado na região da cabeça e cervical pode levar à sensibilização das fibras nervosas e dos segmentos espinhais, com redução da tolerância à dor na área  acometida (pele, articulação, ligamentos, pontos miofasciais, alterações viscerais e simpáticas).


DERMÁTOMOS 



A dor miofascial também pode ser secundária a casos de radiculopatias, neuralgias, enxaqueca, outros tipos de cefaleias primárias e secundárias, artrites/artroses, vícios posturais, lesões esportivas, dor  relacionada a cirurgias, fibromialgia, dor central, entre outras. 

Deste modo, no quadro de cefaleia (tanto primária quanto secundária) e de cervicalgia crônica é  comum a presença de bandas musculares "contraturadas" (bandas tensas) que produzem dor referida em áreas distantes ou próximas, originadas em um único músculo ou em vários músculos. Os mais comuns são:

Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 1 




Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 


A dor miofascial também pode ser secundária a casos de radiculopatias, neuralgias, enxaqueca, outros tipos de cefaleias primárias e secundárias, artrites/artroses, vícios posturais, lesões esportivas, dor  relacionada a cirurgias, fibromialgia, dor central, entre outras.
Deste modo, no quadro de cefaleia (tanto primária quanto secundária) e de cervicalgia crônica é  comum a presença de bandas musculares "contraturadas" (bandas tensas) que produzem dor referida em áreas distantes ou próximas, originadas em um único músculo ou em vários músculos. Os mais comuns são:


Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 1 




Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 
A dor miofascial também pode ser secundária a casos de radiculopatias, neuralgias, enxaqueca, outros tipos de cefaleias primárias e secundárias, artrites/artroses, vícios posturais, lesões esportivas, dor  relacionada a cirurgias, fibromialgia, dor central, entre outras. 
Deste modo, no quadro de cefaleia (tanto primária quanto secundária) e de cervicalgia crônica é  comum a presença de bandas musculares "contraturadas" (bandas tensas) que produzem dor referida em áreas distantes ou próximas, originadas em um único músculo ou em vários músculos. Os mais comuns são:
Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 1 


Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 


Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 

Músculo Trapézio - Ponto Gatilho 2 e 3 

Músculo Esternocleidomastoideo - porção esternal  

Músculo Esternocleidomastoideo - porção clavicular

Esplênios da Cabeça e Cervical 



Multifidus e Semiespinhais da cabeça e cervicais


Suboccipitais 




Occipitofrontal 


Levantador da escápula 



Escalenos 

- Sensibilização segmentar espinhal 

- Síndrome dolorosa miofascial 



Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário