Causas de disfunção na articulação temporo mandibular


>



Existem duas articulações temporomandibulares que se encaixam - uma de cada lado da cabeça, situadas bem na frente das orelhas. A abreviação "ATM" refere-se literalmente à articulação, mas é frequentemente usada para quaisquer sintomas ou distúrbios nessa região.

Muitos sintomas associados à ATM são causados por efeitos do estresse físico sobre as estruturas ao redor da articulação. Essas estruturas consistem em:

  • Disco cartilaginoso na articulação
  • Músculos da mandíbula, do rosto e do pescoço
  • Ligamentos, vasos sanguíneos e nervos próximos
  • Dentes

Para muitas pessoas com ATM, a causa é desconhecida. Algumas causas atribuídas a essa síndrome não foram bem comprovadas. Essas causas são:

  • Dentes mal alinhados (maloclusão) e aparelhos ortodônticos
  • Estresse e ranger de dentes Pode ser que muitas pessoas com problemas de ATM não ranjam os dentes, e outras que os ranjam há muito tempo e não têm problemas de ATM. Para alguns, o estresse associado a esse distúrbio pode ser resultado da dor, em vez de ser o causador do problema.

Outro fator que pode ser importante para sintomas da ATM é a má postura. Por exemplo, manter a cabeça para a frente enquanto olha o computador o dia inteiro força os músculo da face e do pescoço.

Outros possíveis fatores que podem agravar os sintomas da ATM são estresse, dieta precária e falta de sono.

Muitas pessoas acabam originando "nódulos de tensão" - músculos contraídos na mandíbula, na cabeça e no pescoço. Os nódulos de tensão podem transferir dor a outras áreas, causando dor de cabeça, de ouvido ou de dente.

Outras causas possíveis de sintomas associados à ATM incluem artrite, fraturas, deslocamentos e problemas estruturais presentes desde o nascimento.



Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário