Saiba mais sobre a Ortopedia Funcional dos Maxilares


>





O objetivo da Ortopedia Funcional dos Maxilares é controlar a dinâmica mandibular e a ancoragem, principalmente sobre elementos como articulações, músculos, mucosa, língua, lábios e dentes. O tratamento pode gerar a necessidade de um grande número de aparelhos ortopédicos  funcionais capazes de mudar a postura.

A identidade essencial da Ortopedia Funcional é a mudança de postura terapêutica através de um contato direto sobre os dentes, sem usar nenhuma interface com as estruturas orofaciais para isso. Os sistemas de ancoragem e os métodos de diagnóstico são específicos e diferentes dos usados na Ortodontia convencional.

Recursos incluídos nos tratamentos ortopédicos podem ser desgastes seletivos para liberar movimentos e as 'pistas diretas planas' feitas em resina sobre os dentes decíduos, popularmente conhecidos como dentes de leite, para o controle da dimensão vertical – que podem até  descruzar mordidas posteriores

Hábitos deletérios, intensos e frequentes, podem prejudicar o fortalecimento da musculatura nessa faixa etária. Antes, o tratamento era indicado exclusivamente para adolescentes. Atualmente, com o progresso da ciência e da multidisciplinaridade, sabe-se que o tratamento pode ser oportuno em qualquer idade, com as devidas e respectivas considerações.

O predomínio do açúcar, gordura, comida pastosa, frituras, entre outros elementos, identificam maus hábitos que podem levar a doenças numa frequência significativa, como diabetes

Dentes tortos demonstram movimentos de dentes inferiores contra superiores e postura mandibular alterada. Essa situação compromete a musculatura envolvida. Dependendo do caso, a Ortopedia Funcional deve ser acionada em caráter multidisciplinar quando incluir doença, trauma e determinantes que afetam o crescimento", comenta a especialista.

Bruxismo

Ato parafuncional diferente da respiração, mastigação, deglutição e fonação, que são funcionais. O bruxismo ocorre frequentemente durante o sono, podendo produzir som audível. Ele é representado por movimento rítmico e involuntário, incluindo ranger e/ou apertar os dentes, provocando desgaste.

O bruxismo é mais frequente na infância e depois vai diminuindo entre seis e doze anos. O ato é mais presente no gênero feminino. A Ortopedia Funcional tem recursos para tratar o bruxismo através de aparelhos que liberam ou bloqueiam movimentos com a preferência de não cobrir as faces oclusais, superfície dos dentes pré-molares e dos molares, e alterando minimamente a dimensão vertical.

Conheça o e-book  que você aprenderá os principais passos da Ortopedia Funcional dos Maxilares. Nele você terá conteúdos que irão ajudar tanto profissionais da área de ortodontia como protéticos.

Saiba mais sobre a Ortopedia Funcional dos Maxilares Saiba mais sobre a Ortopedia Funcional dos Maxilares Revisado by Faça Fisioterapia on 04:51 Nota: 5

Nenhum comentário